Síndrome de Galinha 3


Este foi o nome que criei quando eu descobri da interessante experiência que fizeram com uma galinha. Colocaram milho num extremo e a galinha no outro, e no meio um simples anteparo transparente em formato de u, de tal forma que se a galinha contornasse esse anteparo facilmente chegaria ao alimento.

Síndrome de Galinha

O inacreditável desse experimento era que a galinha morria de fome !!

E se pensarmos logicamente, a galinha mesmo com PHD em Harvard, deveria estar pensando: “Se a menor distância entre dois pontos é uma reta, para atingir o meu objetivo, devo bater neste anteparo até chegar ao alimento” …

Ou seja, a galinha para resolver esse problema deveria se distanciar para ver com maior visão esse desafio. E não, cada vez mais tentar se aproximar do seu objetivo.

Embora essa história seja bastante engraçada, muitas vezes agimos como tal. Você já pensou nisso ?!? Quantas vezes temos um objetivo em mente e ficamos tentando, tentando, até não enxergar mais nada ? Queremos achar a solução naquele momento e de qualquer jeito. Enquanto a saída mais inteligente seria simplesmente desafogar a mente, descansar, fazer alguma outra atividade, caminhar, tomar um café, banho, etc …

E ao fazer isso, damos oportunidade a nossa mente de maturar o problema e achar outras perspectivas para achar uma possível solução. Portanto, não entre na “síndrome da galinha” na resolução de seus problemas.


Sobre Prof.Dr.CARLOS VALENTE

Doutor (UniBan) em Educação Matemática, Doutorando (ITA) e Mestre (IPT) em Engenharia de Software. Pós-Graduado em Análise de Sistemas (Mackenzie), Administração (Luzwell-SP), e Reengenharia (FGV-SP). Graduado/Licenciado em Matemática. Professor e Pesquisador da Universidade Anhembi Morumbi e ESAB - Escola Superior Aberta do Brasil. Autor de livros em Conectividade Empresarial. Prêmio em E-Learning no Ensino Superior (ABED/Blackboard). Consultor de T.I. em grandes empresas como Sebrae, Senac, Granero, Transvalor, etc. Viagens internacionais: EUA, França, Inglaterra, Itália, Portugal, Espanha, etc. CURRICULO LATTES = http://lattes.cnpq.br/5121684547787661


Deixe uma resposta

3 pensamentos em “Síndrome de Galinha

  • Martony (mardemes)

    Caro professor, admiro muito seu blog. Inclusive pego muitas coisas e coloco no meu blog.
    Realmente essa idéia sobre a galinha e o milho é muito interessante mesmo.
    Parabens!!

  • Fabio Angelus

    fantástico o blog professor!

    cocoricó…

    Tem dias que somos galinhas e outros somos milhos…
    ja fui até anteparo…

    abraços!

  • RAFAEL FREITAS

    Ah! Ah! Ah! O pior é que já fui “galinha” várias vezes …
    Incrível como a gente facilmente entra nessa tal de “sindrome de galinha” !! Será que a nossa descendencia seria dos galináceos e não dos macacos ?