Matemática e Felicidade – tem algo a ver ?!? 3


Uma frase colocada ao final do e-mail da minha colega NIELCE do Doutorado me chamou a atenção e reflexão: “A essência da felicidade é não ter medo” de Nietzche.

Procurei mais detalhes da frase na Internet e achei: “As pessoas felizes não tem as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos. A essência da felicidade é não ter medo“. Não resisti, NIELCE, e também coloquei esta frase ao final dos meus e-mails …

E adaptando uma velha frase, aplicando a Matemática em nossas vidas, podemos dizer que a FELICIDADE = SOMAR alegrias + DIMINUIR tristezas + MULTIPLICAR amigos + DIVIDIR amor. E expandindo um pouco mais esse pensamento para o CÁLCULO, poderíamos afirmar que a FELICIDADE não tende para o INFINITO. Existe um LIMITE no DOMÍNIO da FELICIDADE.

Matemática da Felicidade

E que ela não é CONSTANTE, mas totalmente assíncrona, como um gráfico cheio de Picos e Vales (livro de Spencer Johnson, aquele do “Quem mexeu no meu queijo?”) logo, devemos viver cada momento, cada instante (CARPE DIEM) que nos é dado …

Pois, assim como entre dois pontos existem infinitos números, na vida, cada momento propicia infinitas possibilidades que devemos estar “abertos” para enxerga-las, e sem medo, para explorá-las…

E somente para finalizar, a indicação deste excelente artigo intitulado: COMPLEXA FELICIDADE. Vale a pena ler o que o Anderson Cavaca pensa a respeito … (infelizmente este artigo foi retirado da Internet)


Sobre Prof.Dr.CARLOS VALENTE

Doutor (UniBan) em Educação Matemática, Doutorando (ITA) e Mestre (IPT) em Engenharia de Software. Pós-Graduado em Análise de Sistemas (Mackenzie), Administração (Luzwell-SP), e Reengenharia (FGV-SP). Graduado/Licenciado em Matemática. Professor e Pesquisador da Universidade Anhembi Morumbi e ESAB - Escola Superior Aberta do Brasil. Autor de livros em Conectividade Empresarial. Prêmio em E-Learning no Ensino Superior (ABED/Blackboard). Consultor de T.I. em grandes empresas como Sebrae, Senac, Granero, Transvalor, etc. Viagens internacionais: EUA, França, Inglaterra, Itália, Portugal, Espanha, etc. CURRICULO LATTES = http://lattes.cnpq.br/5121684547787661


Deixe uma resposta

3 pensamentos em “Matemática e Felicidade – tem algo a ver ?!?

  • Blog do VALENTE Autor do post

    Caríssimo MARCELO, que belo comentário !! Vc pensa igual a mim inclusive faço analogia com a “Parábola dos Talentos” de Jesus Cristo. Onde um poderoso homem atribui talentos (moeda antiga) a seus servos e após uma longa viagem, cobra a cada servo o que fez a respeito … (Mateus 25:14-30 e também em Lucas 19:17-27).
    Eu interpreto, essa passagem bíblica, com os talentos que todos seres humanos recebem ao nascer. No entanto, devido a vários fatores, nem todos conseguem multiplicar esses dons recebidos. E além da pessoa viver infeliz com isso, inevitavelmente ela será cobrada por isso também … neste mundo, ou no outro !! eheheheh …

  • Marcelo

    Professor o que tenho de minha experiência é que quando o senhor diz que a felicidade “não tende para o INFINITO”, é como se ao nascer recebêssemos “sete fichas de felicidade” porém deveríamos usá-las em algum momento oportuno. Acontece que por darmos prioridades a momentos urgentes não percebermos esse momento oportuno, então muitas vezes morre-se com as fichas.

  • Archanjo

    Taí, Mestre, gostei tanto do que a sua colega postou quando da sua opinião “mais matemática” do assunto. Concordo com ambos em “gêmeo e número igual”! rs

    Forte abraço,
    Archanjo 0:)