Como fazer uma apresentação impactante ?!?


Talvez essa seja a pergunta que mais as pessoas fazem quando estão as vésperas de uma importante apresentação. Hoje com tantos recursos tecnológicos, como conseguir fazer com que as pessoas prestem atenção na sua mensagem ?!?

Garr Reynolds tem muitas dessas respostas … Em seu livro “Apresentação Zen: Ideias Simples de Como Criar e Executar Apresentações Vencedoras !” de forma bem ilustrada apresenta vários conceitos que iremos discutir neste artigo.

Explorando tanto o PowerPoint de forma avançada, e do revolucionário PREZI, o novo recurso computacional para fazer apresentações impactantes, apresentamos várias técnicas e soluções que permitem que a sua plateia fique “amarrada” em sua apresentação.

Apresentação ImpactanteAcabei de participar do “9º Fórum Universitário da Pearson”, e foi impressionante. Aquelas palestras que usaram dos pontos que Reynolds destaca para não fazermos, e olha que foram muitas, a plateia ficava sonolenta, ou até mesmo saiam da sala.

Por outro lado, teve um palestrante ao final, que até pela idade avançada e justificando que ainda era um aprendiz na informática, mesmo assim, deixou todos de boca aberta. E adivinha ?!? Usou fortemente das técnicas recomendadas no livro para uma apresentação impactante.

Ou seja, não é o domínio da tecnologia, nem sequer conhecer todos os recursos do PowerPoint e muito menos o nível acadêmico que fazem uma palestra ser impactante. E o mais admirável, técnicas simples que realmente funcionam. Como, por exemplo, dicas de design com os seus princípios básicos que qualquer um de nos consegue aprender e fixar facilmente, de tão fáceis que são.

Leis da Apresentação ImpactanteO título do livro justamente utiliza da palavra ZEN para enfocar o que Leonardo da Vinci já dizia há tantos anos atrás: “Simplicidade é a suprema sofisticação” !! Quando procuramos o significado dessa palavra nos dicionários, temos diretamente o reflexo da proposta do livro: “que revela ou reflete a serenidade, a simplicidade, etc. próprias do zen-budismo (atitude zen; decoração zen)”.

Eu criei no Wikipédia o verbete “Minimalismo Tecnológico” defendido por John Maeda (MIT), autor do best-seller “As Leis da Simplicidade”, aonde ele tem a máxima “less is more” (menos é mais !!). Esse princípio, denominado por Zane Berge, afirma: “os melhores resultados são colhidos quando se opta pelo caminho da simplicidade tecnológica e, inversamente, as maiores dificuldades e os maiores obstáculos estarão no caminho dos que optam pela complexidade e sofisticação tecnológica”.

Fique agora com próprio John Maeda, numa curta palestra de 15 minutos no famoso TED, com legendas em português, comentando sobre o princípio do Minimalismo em sua vida. Vale a pena ver, e também como ele fez a sua apresentação impactante.


Sobre Prof.Dr.CARLOS VALENTE

Doutor (UniBan) em Educação Matemática, Doutorando (ITA) e Mestre (IPT) em Engenharia de Software. Pós-Graduado em Análise de Sistemas (Mackenzie), Administração (Luzwell-SP), e Reengenharia (FGV-SP). Graduado/Licenciado em Matemática. Professor e Pesquisador da Universidade Anhembi Morumbi e ESAB - Escola Superior Aberta do Brasil. Autor de livros em Conectividade Empresarial. Prêmio em E-Learning no Ensino Superior (ABED/Blackboard). Consultor de T.I. em grandes empresas como Sebrae, Senac, Granero, Transvalor, etc. Viagens internacionais: EUA, França, Inglaterra, Itália, Portugal, Espanha, etc. CURRICULO LATTES = http://lattes.cnpq.br/5121684547787661

Deixe uma resposta